Música em Francês – Kids United pra conhecer vários artistas de uma vez pela voz de criancinhas

Na coluna musical deste mês resolvi falar pela primeira vez de um grupo que é francês de verdade! Como eu não sou lá o tipo de pessoa que escuta música pop não é lá algo realmente tão famoso, mas eles fazem uns covers fofos e de artistas franceses de várias épocas.

O grupo Kids United foi criado em 2015 pela UNICEF francesa, para fazer covers das “músicas que melhor celebram a paz e a esperança” (quem diz não sou eu, é a Wikipédia)

Se quiser já começar o post ouvindo uma playlist feita sob medida (e com as músicas que eu indico aqui), tem o link para o spotify aqui!

Como todo grupo que depende de gente que não é ainda adulta e vai precisar parar para estudar e para seguir uma vida normal, eles foram mudando a formação ao longo do tempo, então todo ano tinha crianças diferentes…

A primeira música deles, On écrit sur les murs, é bem gostosinha de ouvir, e a letra incarna bem o objetivo da UNICEF.

 

On écrit sur les murs le nom de ceux qu'on aime
Des messages pour les jours à venir
On écrit sur les murs à l'encre de nos veines
On dessine tout ce que l'on voudrait dire

Partout autour de nous
Y'a des signes d'espoir dans les regards
Donnons leurs écrits car dans la nuit tout s'efface
Même leur trace

Em tradução livre por mim mesmo:

Vamos escrever pelos muros o nome daqueles que amamos
Como mensagens para o futuro
Vamos escrever nos muros com a tinta que corre em nossas veias*
Desenhar o que gostaríamos de dizer

Por toda a nossa volta
Dá pra ver a esperança nos olhares
Vamos deixar escrito** e entregar pois durante a noite tudo se apaga
Mesmo o brilho desses olhares

* sanguinolento mas fofo, pois é isso mesmo amigos em francês parece poético mas eles estão falando de escrever com sangue pelos muros…

** a esperança dos olhares

Enfim, fora a parte do sangue pelos muros é uma canção que invoca a idéia de esperança.

Explicação: em francês até essa parte é meio poética, é um símbolo literário comum “a tinta que corre em nossas veias”, assim como “marcar sobre a pele”(não, não é tatuagem) e outras metáforas que são um pouco estranhas para gente.

Como eu disse lá no começo, eu separei na playlist alguns covers que eles fizeram que são de músicas bem famosas.

 

“Le lion est mort ce soir” por exemplo é a música do Rei Leão. Que aliás, tem uma história engraçada, pois os franceses cantam que o leão MORRE, enquanto todos os outros países (até onde eu sei em português e inglês) ele dorme e OK. Afinal as crianças de 5, 6 anos não precisam saber que o pai do Simba morreu.

Uma pesquisa rápida na Wikipédia sobre o assunto me disse que a música é bem antiga, de 1939, e que o teor inicial era realmente que o leão dorme. A versão em francês, famosa na voz de Henri Salvador, se preocupa mais com o vilarejo que está tranquilo do que com o leão…

Dans la jungle, terrible jungle
Le lion est mort ce soir
Et les hommes tranquilles s'endorment
Le lion est mort ce soir

Em tradução livre por mim mesmo:

Hoje a noite na grande selva
Quem morre é o leão
Hoje a noite a vila calma
Pois o leão morreu

Podemos parar aqui com essa, né?

Só mais uma!

 

“Le Lacs du Connemara” é uma música icônica de um artista chamado Michel Sardou, que fez músicas para filmes e musicais, incluindo os miseráveis em sua versão francesa.

É um cantor antigo mas que é muito representativo aqui na França, um ótimo assunto de conversa se você quiser parecer culto.

 

Pra terminar, vou colocar uma lista com alguns outros covers, junto com o nome do intérprete mais conhecido, para vocês poderem procurar e conhecer a versão original depois:

  • Les lacs du Connemara – Michel Sardou
  • Le lion est mort ce soir – Henri Salvador
  • Au bout de mes reves – Jean-Jacques Goldman
  • La ballade des gens heureux – Gerard Lenorman
  • J’veux du soleil – Au p’tit Bonheur
  • Poupée de cire, poupée de son – France Gal
  • J’ai demandé à la lune – Indochine
  • Toi + moi – Gregoire
  • Papaoutai – Stromae
  • Eblouie par la nuit – Zaz
  • La vie en rose – Edith Piaf
  • Emmenez-moi – Charles Aznavour

E aí, qual desses artistas merece um post e uma playlist só para ele? Fala lá no Twitter ou na última foto do instagram!

Espero que estejam gostando das apresentações de artistas francófonos! Eu pessoalmente estou gostando de trazer um pouco dos artistas que gosto aqui pro blog, e aproveito para fazer umas playlists gostosas para ouvir também.

Não deixem de deixar comentários com pedidos ou dicas de artistas que gostariam de ver aqui, ou então pelo Twitter!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: