Recebi meu novo Visto de Trabalho!

Tudo bem gente?

Tenho boas novidades para o post de hoje. É um post rapidinho, pois, já tem um tempo, recebi meu Titre de Séjour!

Eu já falei um pouquinho desse documento aqui, mas acho que sempre vale dar uma relembrada rápida:

Enquanto brasileiro, para ficar mais de três meses consecutivos legalmente em solo francês é necessário ter um Titre de Séjour, ou um título de estadia.

Isto é válido tanto para estudantes como para quem tem um visto de trabalho. Estudantes em geral tem um primeiro visto que dura o tempo do intercâmbio, se ele for de até 1 ano. Este visto precisa ser validado por um organismo chamado OFII para ter validade de Título de estadia e, assim, ter sua validade real de 1 ano. A regra é a mesma para quem é assalariado, com um primeiro visto que dura também até um ano.

O segundo visto, nos dois casos, não é um “visto”, mas um Titre de Séjour ou uma Carte de Séjour. Para estudantes, ela vale 1 ou 2 anos, e para assalariados, é um pouco mais complicado pois depende do estatuto, mas o tempo máximo é de até 4 anos.

Eu já expliquei como é feito o pedido, e agora eu finalmente recebi a convocação.

Disclaimer: eu não sou especialista no assunto nem tenho nenhuma formação sobre isso. Eu apenas busco as informações por conta e tento captar sempre o máximo de detalhes para descrever as etapas aqui.

Antes de dar tudo certo e o documento estar impresso, eu tive algumas peripécias na prefeitura.

Em uma bela tarde estava eu no escritório do trabalho quando me ligam da prefeitura:

“-Olá, senhor GARCIA?

-Eu mesmo

-Temos um problema com seu Titre de Séjour”

Na hora eu gelei e fui fechar a porta do escritório para poder ter sossegado a reação necessária. Mas a pessoa só queria me assustar mesmo, pois quando eu me sentei e perguntei com calma ela me indicou que não era nada grave mas que eu teria de tirar novamente as digitais.

Mal sabíamos – nem ela nem eu – que demoraria 4 meses para resolver isso.

Tive que ir na prefeitura 3 vezes – sem hora marcada ou seja, com uma fila imensa e chegando antes de abrir – para eles descobrirem que o problema era que tinha alguém com a mesma impressão digital que eu.

Nesse momento eu já fiz um facepalm mental gigante pois já tinha entendido tudo.

Quando a atendente chamou a superior dela, veio a pergunta fatídica:

–  O senhor fez estudos na França?

E, quando eu disse que sim, ela também conectou os pontos e percebeu que o sistema vinha simplesmente de confundir minhas digitais comigo mesmo.

Parecia piada, mas era muito verdade, e teve que o ministério de relações internacionais is no sistema deles desembaraçar o problema.

Isso tudo só para chegar ao ponto em que tudo flui normalmente:

O dossier já estava validado e, uma vez desembaraçado esse problema, a carta foi produzida e eu recebi uma convocação em papel no meu endereço, listando o que precisava para ir buscar o documento:

  1. O passaporte com o visto (que no meu caso era o tal do VLS-VLT)
  2. O récépissé que foi dado quando pedi o Titre
  3. Comprovante de Pagamento do selo fiscal (que é o modo de pagamento das taxas do OFII) de 269 euros

Eu tive de marcar um RDV pelo site da prefeitura – para quase um mês depois, óbvio – mas chegando lá em 8 minutos estava tudo resolvido e eu estava com a cartinha em mãos.

Nada como resolver seus problemas administrativos!

Agora só daqui quatro anos preciso ir até a prefeitura! (Mentira, mas é bom se enganar)

Se você também estiver sendo confundido com você mesmo pelo sistema da prefeitura, comenta no insta ou então me dá um oi lá no Twitter!

 

Outra dica de post é esse aqui sobre o visto férias trabalho:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: