Como aproveitar ao máximo o novo Visto Férias-Trabalho

Oi gente, tudo bem?

Em um grupo do facebook, me pediram para participar de uma entrevista com algumas perguntas sobre a nova modalidade de Visto Férias-Trabalho que começou a valer dia 01/03/2018. Acabou que saiu uma reportagem no Correio Brasiliense sobre esse visto, e e além de mim, outras pessoas foram entrevistadas. Até o porta-voz da embaixada participou, vê se pode!!

Resolvi aproveitar o clima e lançar de vez o canal, com um vídeo sobre o tema.

 

Como preparando o vídeo, eu tive muitas outras idéias, achei que podia ser legal deixar aqui esse conteúdo mais completo.

O Visto Férias-Trabalho

Do próprio site da embaixada, temos o objetivo desse visto:

O objetivo é permitir que jovens brasileiros e franceses, com idades entre 18 e 30 anos, possam passar um ano no outro País vivenciando sua cultura, com a possibilidade de trabalhar no local. A experiência profissional assim adquirida, além de um meio simples de complementar os recursos financeiros iniciais, é também uma forma de vivenciar a cultura e conhecer o modo de vida.

Legal, né? Eu pessoalmente achei uma ótima oportunidade para quem quer conhecer o país e não quer vir fazendo um curso ou outro programa. Pra mim a melhor parte é poder trabalhar, o que permite bancar pelo menos uma parte da estadia.

Condições para o Visto-Férias Trabalho

Essa parte foi substituída por uma lista em formato PDF no site da embaixada mas no anúncio inicial eles listavam os itens a seguir como elementos principais:

  • 18-30 anos
  • Ter a passagem ou dinheiro para comprar a passagem de volta
  • Recursos para o início da estadia
  • Carta de motivação e CV
  • Atestado médico e seguro saúde (incluindo repatriamento)
  • Francês não necessário mas preferível

Vale lembrar que essas listas podem mudar ao longo do tempo, então não tome como verdade nenhum blog (nem mesmo este!) e olhe no site da embaixada as informações mais atualizadas.

Por quanto tempo posso ficar na frança?

O visto vale um ano e a duração da estadia não pode exceder esse tempo. A princípio, não é possível mudar o estatuto durante a estadia.

A duração do trabalho em um mesmo empregador pode, além disso, ser limitada. Isso também está explicado no explicativo do pedido.

Se você pretende realizar uma Migração Profissional, o melhor é já partir com um Visto de Trabalho, senão você pode ter que voltar ao Brasil para realizar o pedido do visto correto ao término da validade do Visto Férias-Trabalho.

Como pedir?

Pedido no Consulado da França no Rio, em São Paulo ou no Recife.

Formulário e agendamento
Boa notícia: o Visto é gratuito! Mas precisa enviar o formulário inteiramente preenchido, de modo legível, com data e assinatura.
Como em todo visto, o envio do pedido completo não implica na aceitação. O Consulado vai fazer a análise e dar o retorno sobre a aceitação ou não do pedido.
Vale lembrar que o envio deve conter os originais e uma cópia de cada documento.

Precisa saber falar francês?

Apesar de ser recomendado, por se tratar de um visto de ‘descoberta’, o conhecimento da língua não é obrigatório. Aumenta suas chances? Com certeza. Mas não é oficialmente obrigatório.

A meu ver, ter ou não o idioma vai depender do objetivo da viagem e do quanto você precisa contar com um trabalho para se manter. Quanto melhor seu nível de francês, maiores as chances de conseguir um trabalho legal.

 

Além das 4 dicas que eu dei no vídeo, tenho algumas dicas extras pra você que veio até o blog, separadas pelo nível na língua francesa.

Para quem já fala bem ou é bilingue:

  • Tradução
  • Aulas de português
  • Atendente bilíngue/trilíngue (por exemplo em um hostel ou restaurante)
  • Muitas outras carreiras tem abertura, e existem muitos postos em que se trabalhe com um público lusófono (expansão comercial, gestão de mídia social, localização de jogos e vários outros!)

 

Para quem já fala um pouco e quer melhorar:

Essa opção também vale para quem não fala nada, mas eu acho que é mais seguro se você entender minimamente o que está acontecendo na família com a qual você trabalha. 

  • Trabalhos na área de Tecnologia

Start Ups e empresas multinacionais muitas vezes trabalham em ambientes bilíngues ou até mesmo 100% anglófonos. Vai que você encontra uma que trabalha na sua área?

  • Outros tipos de aulas e cursos que envolvam a cultura brasileira

Os franceses adoram a cultura latina e existe procura por cursos e aulas de ritmos brasileiros como forró e samba, além da capoeira e, porque não, o esporte nacional, futebol?

  • Estética e beleza

A estética brasileira é conhecida no mundo todo, e na França não poderia ser diferente. Aproveite isso e ofereça seus serviços de manicure, depilação, maquiagem e outros.

  • Cozinhas / Restaurantes

Tem muitas atividades que não precisam necessariamente de um nível excelente de francês, e podem ser uma porta de entrada outros postos conforme a fluidez da língua for melhorando

 

Pra quem não fala nada de francês

A meu ver, talvez valha a pena começar com um programa de estudos, pelo menos até estar com alguma segurança para comunicar e poder participar de uma entrevista sem se perder muito. Mas você sempre pode tentar alguma das soluções acima, ou então usar a última dica do vídeo e procurar estabelecimentos em que haja pessoas que falem português, e que poderão te ajudar durante a fase de adaptação.

 

Pra ajudar vocês, alguns links úteis com as informações bem detalhadas (em francês).

Um dos jeitos de sse sentir mais seguro quando for preparar uma viagem de Au Pair é garantir que sua agência está cadastrada no organismo francês que federa e promove essas agências, a União das Agências de Au Pair

Quer aprender francês na frança? O site da FLE é a melhor fonte de informações e contém muitas informações e programas específicos para quem quer uma imersão linguística no país.

Um post no partiuintercambio.org sobre esse visto

Quer saber o que os franceses estão falando sobre esse novo visto? Saiu uma reportagem no Courrier Expat, página francesa especializada em notícias sobre expatriação.

Gostou desse post? Continue acompanhando o blog e o canal para receber cada vez mais informações sobre a vida e a cultura na França.

 

Visto Férias Trabalho

 

 

 

 

 

 

2 comentários em “Como aproveitar ao máximo o novo Visto Férias-Trabalho

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: